Assine nossa newsletter

Conheça Nic e Chris, a dupla por trás do Insta do Shivão

Amigas há mais de 20 anos, elas uniram o amor por tirinhas com o Instagram para trazer humor e leveza à rede social
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
Conheça Nic e Chris, a dupla por trás do Insta do Shivão
Nicole Rodrigues é professora de Yoga e possui uma escola destinada à pratica da atividade desde 2004, em São Paulo (Foto: João Paulo Mantovani/Arquivo Pessoal)

Em um domingo à noite qualquer , Nic escreve para Shivão no Whatsapp, reclamando do término do fim de semana. “De onde vou tirar forças para a próxima semana?”, ela pergunta. Diferentemente do que se espera de um ser místico, a resposta é: “Do fiofó, Nic”. Com mais de 33 mil curtidas no post de um printscreen (foto da tela, no inglês), esse diálogo e o próprio Shivão são criações de Nicole Rodrigues e Maria Christina Mulhner. 

Nicole, ou Nic, é professora de Yoga e abriu seu próprio estúdio de aulas em São Paulo, em 2004. Christina, preferencialmente Chris, é advogada e sócia de um escritório que leva seu nome na porta desde 1999. Com uma amizade de mais de 20 anos, muito bom humor e empreendimentos profissionais concretos, em 2019, Nic e Chris começaram uma aventura pelo mundo digital: o Insta do Shivão. 

OLHA SÓ: Por que sentimos culpa em momentos de descanso

A brincadeira de conversar com Shiva nasceu espontaneamente na cabeça de Nic. “Comecei a criar diálogos meus com Shiva no Facebook. Sempre escrevi como se estivesse falando com ele. Em uma dessas, decidimos migrar para o Instagram e fazer as conversas. Foi um insght”, conta a professora. 

Shiva é um semideus do hinduísmo, conhecido como “o destruidor e regenerador” ou “transformador” de mundos. Também é conhecido como o auspicioso, o propício, o amável, o benigno e o benevolente. Além disso, acredita-se que é o criador do Yoga, devido ao seu poder de gerar transformações físicas e emocionais em quem pratica a atividade. 

“Desde o início a ideia é que o Shivão é o alter-ego da Nic. É o lado correto, enquanto a Nic está sempre na lama. Então, no fundo, é um ideal que as pessoas perseguem, mas a gente tenta mostrar de um jeito humano e desmistificando essa coisa de que as pessoas têm que ser ‘good-vibes’”, afirma Chris. “Por mais que a gente queira meditar vinte horas por dia, ser zen e saudável, a gente também gosta de uma paçoca, se estressa com as contas e sente saudade de ir em um bar”. 

Nic é bem enfática ao dizer que: “não é o Shiva, é o Shivão, não é uma página de espiritualidade. A gente não sabe bem definir o que é. Também não é um meme –nem sei fazer meme, já tentei e saiu ruim. É uma junção de paixões entre literatura e yoga que fala de tudo: sexo, literatura, cocô, politica… tudo”. 

E AINDA: Instagram passa a ter anúncios publicitários no mundo inteiro dentro do recurso Loja

A dupla classifica o Insta do Shivão como tirinhas. Nic se formou em jornalismo, em Brasília, mas abandonou a profissão logo depois de terminar a faculdade, quando se mudou para Saquarema (RJ), onde conheceu e se apaixonou pelo Yoga. No entanto, ela  também conta que sempre gostou de escrever. Chris também é apaixonada pela atividade e pela literatura. Elas contam que um fato que as uniu enquanto amigas é que as duas são fãs das tirinhas Calvin e Haroldo –criadas, escritas e ilustradas pelo autor norte-americano Bill Watterson. Calvin é um menino que conversa com seu amigo imaginário, o tigre falante Haroldo. 

Assim como na inspiração, a dupla usa do humor para criar diálogos, por vezes sátiras escrachadas, por vezes falas de compreensão. “O humor, com certeza, é muito importante. A gente tenta dar uma leveza para todas essas questões de querer impor uma vida perfeita, principalmente nas redes sociais.  Isso gera um peso muito grande e uma das coisas que ouvimos muito é que não tentamos mostrar essa perfeição que se vende por aí. O Shivão brinca com essa humanidade da Nic e seus dilemas, mas ele não julga ou dá sermão, ele tira uma onda com ela”, comenta a advogada. 

Recentemente, o Insta do Shivão e suas criadoras foram alvos de críticas de seguidores do hinduísmo, brasileiros e indianos, por usarem a imagem de Shiva “desvirtuada” da original. Após o episódio, a dupla pediu desculpas e justificou que “nunca foi a intenção desrespeitar ou ofender” e que tentam passar mensagens sobre bondade e amor. Além disso, buscam desvincular cada vez mais a relação de Shivão com a deidade de Shiva. 

Shivão é mulher

Conheça Nic e Chris, a dupla por trás do Insta do Shivão
Maria Christina Mulhner é advogada, fundadora e sócia do próprio escritório de advocacia (Foto: Arquivo Pessoal)

Nic escreve os diálogos, envia para sua amiga e, juntas, elas ajustam o texto. Segundo Chris, “o que movimenta o Shivão são diálogos verdadeiros. Conversas nossas ou insights que vêm. Muitos são diálogos entre nós ou com os alunos, coisas que a gente ouve. O que a gente coloca no papel não é uma vida fictícia, é vida real da professora de Yoga com problemas, que tenta levar uma vida mais saudável, mas que quer um leite condensado”. 

Chris também desenha,“mas ainda falta coragem” para  tornar suas criações públicas. A identidade visual da página foi feita pela artista Estéfi Machado. “O Shivão é todo feito por mulheres”, comenta Nic.  

A dupla relata que muitos se surpreendem quando descobrem que Nic é uma mulher. Primeiro porque “Nic” é usado por todos os gêneros, mas, segundo a dupla, a dúvida surge também pelo “humor escrachado” com que tratam dos mais diversos temas da atualidade. “Sempre nos vem a pergunta de por que Nic não poderia ser uma mulher. Parece que ainda existe uma ideia de que o ato de falar tudo que pensa com humor ou deboche não é coisa de mulher. É um pensamento muito enquadrado”, diz Chris. 

Nem influencers, nem empreendedoras digitais 

Conheça Nic e Chris, a dupla por trás do Insta do Shivão
Diálogos entre Nic e Shivão publicados no Instagram (Desenho: Estéfi Machado/Montagem: Arte EQL)

Apesar de terem conseguido ultrapassar a marca dos 700 mil seguidores no Instagram com crescimento orgânico, elas dizem que não se consideram influencers e pouco rentabilizam a visibilidade que possuem no Instagram. “A gente mal aparece, é tão raro colocar a minha cara lá. Tenho vergonha de aparecer, não tenho traquejo para fazer vídeo. O que eu sei fazer é escrever”, argumenta Nic. 

Mesmo com links para informações sobre as aulas de Yoga, é raro utilizar o perfil do Shivão para vender mais aulas. “Ainda não sei fazer essa ponte entre essas duas coisas. Às vezes coloco uma chamada em cima da hora para uma aula que disponibilizo no Youtube, mas é muito raro. Não fico forçando isso”.  No entanto, Nic conta que a conexão com o Shivão e o mundo do home office gerado pela pandemia de Covid-19 permitiu que suas aulas chegassem em outros países. 

“Não é que eu tenha 500 alunos agora”, brinca a professora. “Mas é muito legal ver que tenho alunos nos Estados Unidos, Arábia Saudita, Japão, Canadá e alguns outros lugares. Outra coisa interessante é que muitos ex-alunos que se mudaram começaram voltar para a aula na pandemia. Há também pessoas que descobriram a página e são de outros lugares ”. 

Por ser algo que surgiu espontaneamente pela união de paixões entre literatura, humor e Yoga, o empreendedorismo da dupla na área digital vai avançando com calma e segurança. “A nossa ideia é tratar com leveza o que a gente passa e também ter leveza e diversão nesse profissionalismo. Mas a gente já percebe que algumas coisas são necessárias para dar o próximo passo. Tem que se profissionalizar”, argumenta Chris. 

“Se nós ganharmos dinheiro com o Shivão, vai ser escrevendo e não colocando a minha cara no Instagram. A gente se diverte fazendo tirinhas”, comenta a professora. Um próximo passo que a dupla pensa em seguir é lançar um livro com as tirinhas do Shivão, mas ainda estão estudando o assunto e como seguir esse caminho de maneira segura. 

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL Newsletter

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Participe da live Meu Primeiro Investimento

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem:

Assine nossa newsletter