Instituto Geração Soul lança segunda turma do programa de liderança feminina

O projeto busca desenvolver a confiança das mulheres para que elas se tornem aptas a assumirem posições de destaque nos negócios
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

Apesar das recentes conquistas, as mulheres ainda estão em desvantagem em relação aos homens quando o assunto é mercado de trabalho. Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada em março de 2021, mostrou que em 2019 a taxa de participação feminina na força de trabalho era de 54,5%, enquanto a masculina era de 73,7%.

Pensando nesse público e em reverter esse cenário, duas empreendedoras criaram o Instituto Geração Soul, em dezembro de 2020, cujo foco é desenvolver a confiança das mulheres para que elas se tornem aptas a assumir posições de destaque nos negócios.

O curso

Em junho deste ano, as administradoras Letícia Nascimento e Amanda Gomes anunciaram a segunda turma do curso de liderança feminina, com aulas ao vivo, workshops, palestras e treinamentos. O principal objetivo é que as mulheres desenvolvam autoconhecimento , técnicas de negociação e ascensão para posições de liderança.

Chamado de “Soul Delas”, o treinamento tem duração de três meses, com seis encontros, sempre em um fim de semana de cada mês. As aulas são divididas em três módulos: “Autoconhecimento e Autoliderança”, “Exercendo seu poder de influência” e “Liderando Equipe de Alta Performance”. Além dos encontros, as participantes também podem ter mentorias com as professoras do treinamento.

OLHA SÓ: Mulheres têm aumento salarial maior que homens, mas continuam ganhando 16% a menos

“A gente ensina essas mulheres a confiarem mais no seu potencial, é um programa pioneiro no Brasil. É uma ferramenta essencial para uma mulher que quer mudar de patamar, seja nos negócios ou na vida pessoal. Os relacionamentos das mulheres com a vida e com as pessoas em volta mudam. É o resgate da autenticidade dessas mulheres. Por exemplo, se ela não sabe fechar um negócio, vai aprender, também vai aprender a negociar o salário. É a independência emocional e a liberdade de ser quem é”, explica a CEO do Instituto Geração Soul, Amanda Gomes.

Ela destaca ainda que a formação trabalha 57 competências para fortalecer a confiança, estimular uma postura mais assertiva e compensatória entre vida pessoal e profissional, capacidade de tomar decisões, construir visão estratégica, estabelecer autoridade e influência no ambiente de trabalho, somando técnicas para delegar e gerenciar equipes para uma alta performance.

Dados do instituto mostram que mais de 1000 mulheres já foram certificadas pelo programa, das quais 30% já foram promovidas e assumiram papéis de destaque em suas corporações em menos de um ano após a formação.

Para essa segunda turma, o Instituto Geração Soul está com uma parceria com a Elas Que Lucrem. Quem comprar o treinamento a partir de hoje (3), também vai ganhar uma aula bônus com a Francine Mendes, CEO da EQL, sobre educação financeira e como dar os primeiros passos nos investimentos. “O verbo lucrar ainda não faz parte da rotina da mulher, mas isso vai mudar. Ter poder de decisão para tudo na vida e ter liberdade para isso é a melhor coisa que você pode fazer. É preciso saber eleger as ambições morais e financeiras e os nossos valores inegociáveis, sem julgamentos”, pontua Francine.

As mulheres interessadas em saber mais sobre valores e inscrições podem acessar o site oficial do projeto neste link.

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: