Principais notícias do mercado para quinta-feira

Mercados reagem as decisões do Fed e COPOM, privatização da Eletrobrás tudo que vai mexer com o mercado hoje
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

No Estados Unidos, o S&P500 fechou com queda de 0,54%, a 4.223 pontos ontem (16). O resultado foi impulsionado pelas decisões do banco central norte-americano, o Federal Reserve, que geraram preocupações no mercado.

O primeiro dado que preocupou os investidores, foi o aumento da projeção da inflação dos Estados Unidos , de 2,2% para 3%, sem a previsão de quando haverá uma redução dos programas para estimular a economia do país. Além dessas decisões, o Federal Reserve optou por manter a taxa de juro entre 0% e 0,25%, algo já previsto entre os analistas, e antecipar a previsão de alta dessa taxa para 2023, decisão que preocupou o mercado, já que o esperado era que esse aumento fosse apenas em 2024.

OLHA SÓ: Principais notícias do mercado para quarta-feira

Essas preocupações com o cenário norte-americano fez com que o Ibovespa fechasse com queda de 0,64%, a 130.259 pontos. A baixa também foi influenciada pelas ações da Vale, que cederam 3% com medidas do governo da China para conter o aumento dos preços das matérias-primas do setor industrial. Com isso, o dólar fechou em R$ 5,05, alta de 0,34%.

Ontem houve a divulgação da nova taxa Selic, cujo aumento foi de 0,75%, ficando no patamar de 4,25%. Esse ajuste é uma consequência dos dados altos de inflação e da projeção do relatório Focus, que indica uma inflação de 5,82% em 2021.

O destaque de hoje é a reação que o mercado vai ter diante das decisões de ontem e a votação da Medida Provisória da privatização da Eletrobrás, que foi adiada para hoje e precisa ser aprovada até o dia 22 de junho para não ser anulada por ultrapassar a validade do texto.

Carol Proença é estudante de Economia e especialista de investimentos certificada

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: