Assine nossa newsletter

Principais notícias do mercado para quinta-feira

Otimismo no mercado norte-americano, vendas do varejo e tudo que vai mexer com o mercado hoje (8)
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

As bolsas norte-americanas fecharam em alta ontem (7) após o mercado reagir positivamente à divulgação da ata do Federal Reserve. O S&P500 fechos com 4.358, o que representa alta de 0,34% e mais uma máxima histórica de fechamento.

Segundo a ata da reunião do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, a recuperação econômica norte-americana ainda não foi atingida de forma geral. Com isso o governo do país ainda acredita que não deve ocorrer uma mudança na sua política econômica, mas que é preciso estar preparado para um cenário de inflação alta.

OLHA SÓ: Principais notícias do mercado para quarta-feira

No Brasil, a bolsa também fechou com alta de 1,54% e 127.018 pontos. Essa valorização já havia se estabelecido no mercado durante o dia, mas se intensificou após a divulgação da ata do Federal Reserve e o otimismo nos Estados Unidos.

O clima otimista já havia sido instaurado no mercado brasileiro após a divulgação dos números do setor de varejo que, apesar de estarem abaixo do esperado pelo mercado, são maiores que os registrados em níveis pré-pandemia. As vendas no setor varejista apresentaram aumento de 1,4% no mês de maio, enquanto as expectativas eram de alta de 2,4%.

Outro evento positivo para o mercado no Brasil foi a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, que em tom mais moderado sugeriu que estaria aberto à negociações e revisões do que foi definido anteriormente. Lembrando que a bolsa foi impactada com a apresentação da segunda fase da reforma tributária, na qual o texto propôs a criação de um imposto sobre os dividendos.

Em contrapartida, os investidores ainda estão receosos com possíveis ruídos políticos e a abertura de um inquérito contra o presidente Bolsonaro. A expectativa é de que ainda seja uma semana de volatilidade, com o mercado acompanhando o andamento das investigações da CPI da Covid.

Na sexta será feriado no Estado de São Paulo (dia da Revolução Constitucionalista) e a B3 não irá abrir para negociações.

Carol Proença é estudante de economia e especialista de investimentos certificada

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem:

Assine nossa newsletter