Amanda Gomes: Como estar genuinamente em um posto de liderança

Liderar de forma autêntica e natural requer estar atenta a três pontos fundamentais que misturam vida e carreira
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
Amanda Gomes: Como estar genuinamente em um posto de liderança
Liderar é transformar, é ver alguém evoluir por meio de um estímulo dado por você

Como é possível sentir segurança quando estamos em uma posição de liderança?

Exercer esse papel de líder pode trazer, em muitos momentos, a sensação de prestígio, poder e impacto. Por outro lado, também vem na mesma esteira o sentimento de frustração, solidão, tristeza… E essa é a vida real.

OLHA SÓ: Por que as mulheres se sentem uma fraude

Quando percebemos que não estamos atingindo o nível esperado no papel de líder,  indagamos se liderar é, de fato, algo para nós ou se exercer o posto é apenas um privilégio para poucos que já nascem com o dom.

Como sair dessa teoria de que estar em posição de liderança é gerar influência para o meio em que vivemos e inspirar pessoas de verdade?

Viva, ame e lidere

Liderar é transformar, é ver alguém evoluir por meio de um estímulo dado por você. 

Antes de querer dizer ao outro o que ele deve fazer, viva pessoalmente aquilo que você quer ensinar. A partir do momento que você se autolidera e instaura primeiro em sua vida as mudanças que deseja promover em escala, você estará se preparando para o êxito. 

Ame sua vida e as mudanças pelas quais tem passado. A partir do momento em que as pessoas ao seu redor enxergam sua nova postura, escolhas de vida e maneira como lidera a si mesma, elas passam a desejar atingir o mesmo nível de bem-estar e realização. Isso é um prato cheio para a liderança legítima e natural. 

E AINDA: Entenda por que você não foi escolhida para aquela promoção

Lidere pelo efeito natural da sua vida. Quando conseguimos ser e transparecer felicidade, reconhecer e viver uma vida autêntica no dia a dia, somos capazes de ensinar ao outro aquilo que funciona para nós. Ao nos darmos conta disso, fica claro que a liderança pode acontecer de forma automática, natural.  

Ao me aprofundar na Psicologia Positiva, ouvi esse mantra “live, love, lead” (viva, ame e lidere, na tradução literal do inglês) do Henrique Bueno, CEO do Wholebeing Institute. Para mim, o lema fez todo o sentido do mundo porque, de fato, só é possível liderar pelo exemplo.

Desejo que você possa viver, amar e liderar e, com isso, seja capaz de se somar às forças do bem a transformar o mundo.

Amanda Gomes é graduada em Administração de Empresas, pós-graduada em Gestão de Varejo pela Fia USP, possui MBA Executivo pela Fundação Dom Cabral e é CEO e cofundadora do Instituto Geração Soul

O conteúdo expresso nos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva das autoras e podem não refletir a opinião da Elas Que Lucrem e de suas suas editoras

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: